Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coloquio Internacional Judith Teixeira

Coloquio Internacional Judith Teixeira

PROGRAMA DO COLÓQUIO INTERNACIONAL EM HOMENAGEM A JUDITH TEIXEIRA. AS MULHERES E O MODERNISMO

Colóquio Internacional em Homenagem

a Judith Teixeira

 

As Mulheres e o Modernismo

 

 

 

Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa

28 de Outubro de 2015  

 

Sociedade Histórica da Independência de PORTUGal

(endereço: Palácio da Independência, Largo de São Domingos, 11, Lisboa –

ao lado do Teatro D. Maria II, metro: Restauradores)

29 de Outubro de 2015 

 

 

 

 

 

ENTRADA LIVRE

 

 

Comissão Organizadora:

Ana Luísa Vilela (Universidade de Évora – CEL)

Annabela Rita (Universidade de Lisboa – CLEPUL)

Fabio Mario da Silva (Universidade de São Paulo / FAPESP / CLEPUL / CNPq)

Maria Lúcia Dal Farra (Universidade Federal de Sergipe – CNPq)


 

 

PROGRAMA

 

 

28 DE OUTUBRO

 

 

 

FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

 

09h00

INSCRIÇÃO

 

 

09h45 ANFITEATRO III

Abertura com as autoridades

 (Representantes da FLUL, do CLEPUL, da Comissão Organizadora)

 

 

 

10h00 – 11h00 ANFITEATRO III

SESSÃO DE ABERTURA

            Moderadora: Annabela Rita

 

(Re)Pensar as Escritoras e a Modernidade

Cláudia Pazos Alonso (Universidade de Oxford)

 

 

Coffe break

 

 

11h15 – 12h30

ANFITEATRO III

 

 

 

JUDITH TEIXEIRA 1

            Moderadora: Maria Lúcia Dal Farra

 

Judith Teixeira (1880-1950) ou o Primeiro Modernismo Português no feminino

Ana Maria Binet (Universidade de Bordeaux Montaigne, Cátedra de Estudos Portugueses)

 

Judith Teixeira e Maria Teresa Horta: poéticas do corpo

Inês Pedrosa (Escritora)

 

 

12h30

Visita à exposição entre periódicos e centenário: Revista Feminina

http://centenariorevista.wix.com/centenariorevista

Biblioteca da FLUL

 

 

Almoço livre

 

 

14h00 – 15h45

ANFITEATRO III

JUDITH TEIXEIRA 2

            Moderador: Aldinida Medeiros

 

Judith Teixeira: refracções

Annabela Rita (FLUL / CLEPUL)

 

Insaciada de Judith Teixeira em inglês: uma primeira versão e comentário

Chris Gerry (Universidade de Trás-os-montes e Alto Douro)

 

O corpo insólito: Judith Teixeira

Martim Gouveia e Sousa (Investigador)

 

O corpo enquanto sujeito e a crise da bipolaridade de género na poesia de Judith Teixeira

Iliyana Chalakova (Universidade de Sofia)

 

 

Coffe break

 

 

16h00 – 17h25

ANFITEATRO III

O MODERNISMO, FERNANDO PESSOA E AS MULHERES

            Moderador: Fernando Curopos

 

“Nova Sapho rediviva: Génio, género e transgressão no Modernismo português”

Anna M. Klobucka (Universidade de Massachusetts Dartmouth)

 

Modernismo português e o discurso feminino em Pessoa, Almada e António Ferro

Dionísio Vila Maior (Universidade Aberta)

 

As mulheres e Fernando Pessoa

Victor K. Mendes (Universidade de Massachusetts Dartmouth)

 

 

17h30

ANFITEATRO III

O LESBIANISMO E A TEORIA QUEER NA LITERATURA

            Moderadora: Isabel Lousada

 

Uma leitura queer da Conferência “De mim” de Judite Teixeira

António Fernando Cascais (Universidade Nova de Lisboa)

 

Safo fim de século: lesboerotismo na poesia finissecular portuguesa

Fernando Curopos (Universidade Paris IV – Sorbonne)

 

A homossexualidade feminina em perspectiva histórica

Paulo Drumond Braga (Escola Superior de Educação Almeida Garrett / CEPESE)

 

Judith Teixeira – símbolo de um novo tempo

São José Almeida (Jornalista)

 

 

 

 

 

 


29 de Outubro

 

SOCIEDADE HISTÓRICA DA INDEPENDÊNCIA DE PORTUGAL

(PALÁCIO DA INDEPENDÊNCIA)

 

 

 

09h30 – 11h00

SALA DO CONSELHO SUPREMO

 

SESSÕES PARALELAS

ASPECTOS DA OBRA DE JUDITH TEIXEIRA

            Moderadora: Silvana Vieira da Silva

 

 

Judith Teixeira, as Teorias Queer e Feministas em Portugal e na Europa no começo do século XX

Ana Raquel Fernandes (Universidade Europeia – Laureate International Universities)

 

A alma da rosa de Afrodite em Judith Teixeira

Luiz Alberto de Souza Pedroso (Universidade Federal do Rio Grande do Sul)

 

A Saudade em Judith Teixeira

Fabio Mario da Silva (Universidade de São Paulo / FAPESP / CLEPUL / CNPq)

 

Judith Teixeira: de poemas e de metáforas, fantasias, de recusa e de mulheres...

Moema Pinto Cavalcante (CNPq)

Átila Pinto Cavalcante (CNPq)

 

De Dumas Filho a Ana Plácido, passando por Camilo e Alencar:

alguns apontamentos

Paulo Motta Oliveira (Universidade de São Paulo / CNPq)

 

 

09h30 – 11h00

SALÃO NOBRE

 

VOZES FEMININAS NA LITERATURA BRASILEIRA I

            Moderadora: Guacira Leite

 

Pinceladas Modernistas de Mara Lobo: Fragmentos das Mulheres do Brás

Evelyn Mello (UNESP, Araquara)

 

Erotismo e ousadia na poesia de Gilka Machado: uma artista na vanguarda do seu tempo

Bene Martins (Universidade Federal do Pará)

Joel Cardoso (Universidade Federal do Pará)

 

O silenciamente das escritas femininas na formação do cânone brasileiro

Juliana Garcia Rodrigues (Universidade Federal do Rio Grande / CAPES)

 

Cora Coralina e a modernidade estética: a poesia dos becos de Goiás

Natália Pedroni Carminatti (Universidade Estadual Paulista, Araraquara)

 

 

Coffee Break

 

 

 

 

 

11h15 – 12h45

SALÃO NOBRE

 

SESSÕES PARALELAS

AS MULHERES ROMPENDO BARREIRAS

            Moderadora: Catherine Dumas

 

Além do Mar e do Tempo. Cecília Meireles, Sophia de Mello Breyner Andresen e a poesia na luta contra a desumanização do ser

Adrienne Kátia Savazoni Morelato (Universidade Estadual Paulista, Araraquara)                                            

 

Leitura da poesia de Marceline Desbordes-Valmore

Guacira Marcondes Machado Leite (Universidade Estadual Paulista, Araraquara)

 

A produção literária feminina e a História da Literatura: silenciamento X cânone

Michelle Vasconcelos Oliveira do Nascimento (Universidade Federal do Rio Grande / FAPERGS / CAPES)

 

Marinetti X Valentine de Saint-Point: feminismos e futurismos

Silvana Vieira da Silva (Universidade Estadual Paulista, Araraquara)

 

Rubro Corpo do Ser: Judith Teixeira e o existencialismo erótico

Paulo Geovane e Silva (Univ. de Coimbra)

 

 

11h15 – 12h45

SALA DO CONSELHO SUPREMO

VOZES FEMININAS NA LITERATURA BRASILEIRA II

            Moderadora: Beatriz Weigert

 

Cora Coralina e Adélia Prado, dois corpos em transgressão

Adriana Sacramento de Oliveira (Universidade Federal de Sergipe)

 

Judith Teixeira e Tarsila do Amaral: mulheres modernistas na revista Contemporânea

Angela Laguardia (Grupo de Pesquisa Letras de Minas, da Universidade Federal de Minas Gerais / CLEPUL / Grupo de pesquisa “Escritoras Brasileiras e Portuguesas: Escrita, Ideologia e Gênero”, da Universidade Nova de Lisboa e Universidade Federal do Ceará)

 

Vozes femininas na literatura brasileira contemporânea 

Eunice Prudenciano de Souza (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/CAPES)

Rauer Ribeiro Rodrigues (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)

 

Mulheres escritoras dos dois lados do atlântico: Portugal e extremo-sul do Brasil

Isabel Lousada (CICS.Nova – FCSH – UNL / CLEPUL – FLUL)

Francisco das Neves Alves (Universidade Federal do Rio Grande)

 

 

Almoço livre

 

 

 

14h10 – 15h45

SALÃO NOBRE

 

SESSÕES PARALELAS

JUDITH TEIXEIRA ROMPENDO BARREIRAS

            Moderadora: Isa Severino

 

 

Judith Teixeira feminista?

Andreia Oliveira (Universidade de Coimbra)

 

Judith Teixeira e o Almanaque das Senhoras (1915-1924): reflexões sobre literatura e sociedade

Juliana Bonilha (Universidade Nova de Lisboa / CAPES / CLEPUL)

 

Judith Teixeira, uma poética hétero e homoerótica

Isabel Ponce de Leão (Universidade Fernando Pessoa / CLEPUL / ALLC / IFP / CLABL)

 

Cores ardentes: imagens decadentistas na poesia de Judith Teixeira

Maria do Carmo Pinheiro e Silva Cardoso Mendes (Universidade do Minho)

 

Poesia ou a perturbação da moral

Susana Rosa (CLEPUL / FLUL)

 

 

14h10 – 15h55

SALA DO CONSELHO SUPREMO

 

AS MULHERES, O CÂNONE E O MODERNISMO

            Moderadora: Adriana Sacramento

 

Escritas transgressoras: da poesia de Judith Teixeira aos contos e crónicas de Deolinda da Conceição

Cátia Miriam Costa (Centro de Estudos Internacionais – ISCTE_IUL)

Lurdes Escaleira (Instituto Politécnico de Macau)

 

A rosa e representação do corpo erótico na poesia de Judith Teixeira

Elisa Moraes Garcia (Universidade Federal do Rio Grande/CAPES)

Joice Fagundes Martins (Universidade Federal do Rio Grande/CAPES)

 

Mily e Ofélia, entre o sonho do mundo e a realidade portuguesa

Emília Ferreira (Instituto de História de Arte da FCSH-UNL)

 

Escritas de autoria feminina: problematizando a presença das mulheres no cânone literário

Lisiane Ferreira de Lima (Universidade Federal do Rio Grande / CAPES)

Coffe break

 

 

 

16h10 – 17h00

SALÃO NOBRE

 

SESSÕES PARALELAS

JUDITH TEIXEIRA E FLORBELA ESPANCA

            Moderadora: Juliana Bonilha

 

Entre dores: Judith e Florbela

Eliana Luiza de Santos Barros (CNPq – Grupo Figurações no Feminino e Analista membro do Corpo Freudiano Escola de Psicanálise – Seção Rio de Janeiro)

 

Florbela Espanca e Judith Teixeira revisitadas

Isa Severino (Instituto Politécnico da Guarda)

 

 

     

 

 

16h10 – 17h00

SALA DO CONSELHO SUPREMO

JUDITH TEIXEIRA III

            Moderadora: Isabel Ponce de Leão

 

Timing & Spacing Judith Teixeira’s (in)visibility – brief notes towards comparative and intertextual approaches

Isabel Nena Patim (Universidade Fernando Pessoa / CLEPUL)

 

Um espaço reservado – o quarto. De portas abertas... em versos de Judith Teixeira

Elisangela da Rocha Steinmetz (Universidade Federal do Rio Grande)

 

 

 

 

 

 

17h10 – 18h20 SALÃO NOBRE

 

SESSÕES PLENÁRIAS

JUDITH TEIXEIRA E MULHERES SILENCIADAS PELA HISTÓRIA

            Moderadora: Cláudia Pazos-Alonso

 

Portuguese Women Writers Controlled, Silenced, or Otherwise Ignored Voices

Deolinda M. Adão (University Berkeley)

 

De si mesma em Artista, ou o Futurismo segundo Judith Teixeira em “De Mim” 

Catherine Dumas (Universidade de Paris III – Sorbonne Nouvelle)

 

 

 

18h30

SALÃO NOBRE

SALÃO NOBRE

SESSÃO DE ENCERRAMENTO

JUDITH TEIXEIRA E O MODERNISMO

            Moderador: Fabio Mario da Silva

 

Uma poética do boudoir: Judith Teixeira

Maria Lúcia Dal Farra (Universidade Federal de Sergipe / CNPq)

 

 

 

Colóquio Internacional em Homenagem a Judith Teixeira

livro.JPG

 

As Mulheres e o Modernismo

 

FLUL, 28 e 29 de outubro de 2015

 

Judith Teixeira viveu numa época de mudança dos paradigmas sociais impostos às mulheres e a sua obra atesta-o. Por isso mesmo, tornou-se vítima de generalizado conservadorismo público, que vai repudiar sua obra de 1923, Decadência, assim como as de Raul Leal, Sodoma Divinizada, e de António Botto, Canções, por representarem uma “literatura homossexual” ou “sodomita”. Os seus livros foram queimados em praça pública, dando início a mais uma polémica na literatura portuguesa. Depois disso, a (re)publicação de sua obra também sofreu um enorme hiato desde o seu último volume publicado: as novelas de Satânia, em 1927. Só em 1996 surge o conjunto Poemas, pela & etc, tendo como  responsáveis pelos estudos e pesquisas Maria José, Luís Manuel Gaspar e Vítor Silva Tavares; em 2002 e 2008, reaparecem o livro de poemas Decadência e as novelas de Satânia, em edição organizada por Martim de Gouveia e Sousa. Perfazem-se, assim, para Judith Teixeira, mais de 70 anos de invisibilidade. No momento em que vem a lume uma nova publicação da sua obra, intitulada Poesia e Prosa de Judith Teixeira, integrando poesias contidas num seu caderno manuscrito e uma conferência, ambos inéditos, pela  Dom Quixote (com organização de Cláudia Pazos Alonso e Fabio Mario da Silva) e uma futura edição da obra completa de Judith organizada por Martim Sousa –  justamente no ano da comemoração dos 100 anos da Revista Orpheu – este colóquio vem dar destaque a uma mulher que esteve à frente do seu tempo, tendo sido silenciada pela sociedade conservadora e, posteriormente, pela maioria da crítica académica.

 

Assim, propomos alguns tópicos de análise:

 

  • Judith Teixeira revisitada (na prosa e na poesia).
  • Judith Teixeira, as Teorias Queer e feministas em Portugal e na Europa no começo do século XX.
  • As mulheres e a arte modernista nos contextos europeu e brasileiro. 
  • As mulheres escritoras e a problemática de sua canonização.
  • O lesbo e homoerotismo nas literaturas portuguesa e brasileira.​

 

Propostas:

A data limite para submissão dos resumos é 7 de agosto de 2015.

Cada resumo deve ter no máximo 250 palavras, de 3 a 5 palavras-chave e deve ser enviado juntamente com um breve CV para o seguinte endereço eletrónico: coloquiojudithteixeira@gmail.com. A receção e aceitação de propostas será feita por e-mail.

A Comissão Científica fará uma seleção das propostas e comunicará a sua decisão até 7 de setembro de 2015.

Pede-se aos participantes que não excedam o tempo máximo de 20 minutos em cada apresentação.

 

Publicação:

Os textos apresentados serão objeto de seleção; os textos selecionados serão, posteriormente, publicados.

 

Comissões

 

Comissão de Honra »»»

Comissão de Honra Institucional  »»»

Conselho Científico [CC do 100Orpheu] »»»

 

Comissão Organizadora:

Ana Luísa Vilela (Universidade de Évora – CEL)

Annabela Rita (Universidade de Lisboa – CLEPUL)

Fabio Mario da Silva (Universidade de São Paulo/FAPESP/CLEPUL)

Maria Lúcia Dal Farra (Universidade Federal de Sergipe- CNPq)

 

Comissão Científica e Palestrantes convidados:

Ana Binet (Univ. de Bordéus)

Andreia Oliveira (Univ. do Porto)

Ana Luísa Amaral (Univ. do Porto)

Anna Klobucka (Universidade de Massachusetts Dartmouth)

Ana Raquel Fernandes (Universidade Europeia – Laureate International Universities)

Beatriz Weight (Univ. de Évora)

Catherine Dumas (Univ. de Paris III-Sorbonne Nouvelle)

Cláudia Pazos Alonso (Univ. de Oxford)

Dionísio Vila Maior (Univ. Aberta)

Fernando Cabral Martins (Univ. Nova de Lisboa)

Fernando Curopos (Univ. Paris IV- Sorbonne)

Fernando de Moraes Gebra ( Univ. Federal da Fronteira do Sul)​

Inês Pedrosa (Escritora)

Isabel Lousada (CICS.NOVA-FCSH/CLEPUL-FLUL).

Isabel Pires de Lima (Univ. do Porto)

Isabel Ponce de Leão (Univ. Fernando Pessoa)

Jorge Valentim (Univ. Federal de São Carlos)

José Eduardo Franco (CLEPUL-FLUL)

Juliana Bonilha (Univ.Nova de Lisboa/CAPES/CLEPUL)

Maria do Carmo Mendes (Univ. do Minho)

Maria Lúcia Dal Farra (Universidade Federal de Sergipe- CNPq)

Martim de Gouveia e Sousa (Investigador)

São José Almeida ( Jornalista e Investigadora)

Suilei Giavara( CNPq- Grupo Figurações do Feminino)

Telma Maciel (Univ. Estadual de Londrina)

Vania Chaves (Univ. de Lisboa)

 

Secretariado:

Luís Pinheiro

 

Instituições Promotoras:

 

Academia Lusófona Luís de Camões

Centro de Estudos em Letras da Universidade de Évora (CEL – UÉ)

Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (CLEPUL – FLUL)

Instituto Fernando Pessoa – Língua Portuguesa e Culturas Lusófonas (IFP-LPCL)/SHIP

 

Instituições Associadas »»»

 

Taxa de inscrição:

 

A taxa de inscrição é de 80 € para as comunicações auto-propostas e de 20 € para os interessados em assistirem à Jornada e receberem um certificado. O pagamento deverá ser efetuado in loco.

No valor da inscrição estão incluídos o material da jornada de estudo e o certificado de participação. Os participantes são responsáveis pela preparação e custos integrais de viagem e estadia.